Prefeitura de Resende entrega as obras do 1º hospital veterinário público da região nesta sexta-feira, dia 14

Após um período de obras de construção, que irão garantir a qualidade da saúde pública voltada aos animais, a Prefeitura de Resende inaugura o primeiro Hospital Veterinário público da região nesta sexta-feira, dia 14. Uma obra muito aguardada pela população e que irá atender de forma totalmente gratuita os animais de estimação, em especial os mantidos por famílias de baixa renda e que não têm condições de arcar com as despesas dos tratamentos e procedimentos cirúrgicos.

O Hospital Veterinário de Resende fica localizado próximo à Área de Exposições no bairro Morada da Colina e terá funcionamento 24h para ajudar a suprir a demanda local. Os atendimentos começam a partir da próxima segunda-feira, dia 17, e conta com quatro médicos veterinários de plantão. Além dos atendimentos clínicos, serão feitas cirurgias como de Piometra, prolapso retal, retirada de baço e retirada de tumores de pele e mama, quando necessário.

A unidade terá 20 vagas para internação para cães e gatos de pequeno porte, sendo 10 de uso comum e 10 de isolamento de doenças infecto contagiosas. Também serão possíveis realizar procedimentos simples como suturas de ferimentos, curativos e bandagens, retirada de unhas fraturadas e limpeza de ouvidos. A unidade médica também irá atuar na imobilização de membros fraturados quando possível, ultrassonografia para fins diagnósticos, internação, soroterapia, aplicação de medicamentos para animais em internação e amputação de membros, quando for o caso.

O primeiro Hospital Veterinário público da região também conta com espaços para funcionários como copa, banheiros e almoxarifado. Também contará com um estacionamento e recepção externa e interna.

Entre as diversas intervenções e avanços de melhorias que foram feitas pela equipe da Prefeitura estão: pavimentação do estacionamento, estrutura da varanda, telhado, janelas, trabalhos de paisagismo e muito mais. Também foram criados uma terceira faixa na Estrada Resende Riachuelo e redutor de velocidade no acesso à entrada do hospital. E um desvio na ciclovia, que já existia, e foi adaptada para garantir a segurança das pessoas.

Recentemente, também foi instalada a mobília na unidade médica que conta com mesa para escritório, longarinas com três assentos, cadeiras fixas e giratórias, estantes e armários.

-O Hospital Veterinário é uma obra muito importante para a cidade e um investimento na saúde pública. Além de ser muito aguardado e que irá ajudar os cães e gatos de toda a população, principalmente as famílias que não tem condições de pagar todo o tratamento – ressaltou o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Web conferência de cultura debate lei de emergência ‘Aldir Blanc’

A Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda e o Conselho Municipal de Política Cultural de Resende vão abrir espaço a todos os agentes culturais, artistas, produtores, técnicos, espaços culturais, redes, coletivos e movimentos culturais de Resende para debater os próximos passos da Lei de Emergência Cultural “Aldir Blanc”. A Web Conferência de Cultura de Resende acontece na próxima segunda, dia 17 de agosto, às 19h. Basta acessar o link: (https://meet.google.com/ujh-xhci-hyi).

De acordo com o presidente da Casa da Cultura Macedo Miranda, Thiago Zaidan, o objetivo deste debate ampliado é compartilhar conhecimentos, esclarecendo, orientando, tirando dúvidas e atualizando a sociedade civil sobre os próximos passos da Lei. “A participação da sociedade no acompanhamento e fiscalização do processo de implementação e execução da Lei é fundamental para alcançarmos o objetivo central da Lei: garantir que os recursos cheguem aos trabalhadores e fazedores da cultura resendenses mais necessitados, dos diversos segmentos culturais, visando amenizar os prejuízos causados pela pandemia do Covid-19”, diz o presidente.

Caso todos os trâmites em andamento se confirmem, Resende receberá cerca de R$ 880 mil para o setor. Com isso, a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, em parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural de Resende, vem acompanhando e organizando os processos para a aplicar a lei no município. Ainda é preciso aguardar a regulamentação federal para que os recursos cheguem efetivamente ao município, assim como é necessário dar transparência e organização caso o projeto seja efetivado.

A Lei “Aldir Blanc” prevê o auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores da cultura, subsídio mensal aos espaços, micro e pequenas empresas, entidades e organizações artístico-culturais que tiveram atividades suspensas por medidas de isolamento, e editais públicos de fomento. Os recursos são destinados aos trabalhadores da cultura que não possuem emprego formal, que não recebem benefícios previdenciário ou assistenciais, que tiveram suas atividades interrompidas e que comprovem atuação no segmento cultural durante os 24 meses anteriores à publicação da lei. Importante esclarecer que o município será responsável pela execução do subsídio aos espaços e editais de fomento, cabendo ao Estado a execução do auxílio emergencial de R$ 600.

Thiago Zaidan ressalta que para solicitar o recursos, os interessados devem se inscrever no Cadastro Cultural de Resende, por meio do link: (https://forms.gle/ZHnKPv4k8DP4E2B7A)“O cadastramento é uma das exigências para que os artistas e espaços culturais possam ter direito aos benefícios. Esse é o primeiro passo para a identificação dos potenciais beneficiários da Lei”, explica Zaidan.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Lives de atividades físicas dão continuidade aos projetos da Prefeitura de Resende em casa

A realidade diante da pandemia do novo coronavírus gerou a necessidade de reinvenção em todas as esferas do Poder Público. Exemplo disso é a adaptação do cronograma das atividades da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Resende, que passou a transmitir ao vivo as aulas de funcional, zumba, Melhor Idade, jazz, alongamento e yoga, entre outras, na página oficial do governo no Facebook.

A finalidade é dar continuidade aos projetos da secretaria em casa, com todo conforto e segurança, respeitando as medidas restritivas determinadas para o enfrentamento da doença neste período. As lives acontecem todas as terças e quintas-feiras, com previsão de início às 9h. Nesta terça-feira, dia 11, foi a vez da aula para a Melhor Idade, ministrada pela professora Rose Teixeira. A próxima será de hip hop na quinta, dia 13, às 9h, com a educadora Kristelle Assis.

Até quinta-feira, dia 6, foram exibidas 14 lives pela internet, com os professores de Educação Física, dança e yoga da Secretaria de Esporte e Lazer no comando. Esta semana já é a oitava de conteúdo preparado para o público das aulas presenciais e demais interessados.

As transmissões on-line unem aspectos como incentivo à prática de atividades físicas, que chegam até seus receptores com elementos de musicalidade, dinamismo e bastante animação. A média de pessoas na plateia varia entre 1,5 mil e 3,3 mil por transmissão, com base no número de visualizações registradas pela plataforma social.

O secretário municipal de Esporte e Lazer, Carlos Eustáquio Cunha, explicou sobre o processo de produção das gravações ao vivo, enaltecendo quais são os benefícios da manutenção das atividades nesta pandemia global.

— As filmagens de transmissão em tempo real são feitas na sede da Secretaria de Esporte e Lazer, localizada na Avenida Construtor Clemente Barbosa, no bairro Jardim Aliança II, região do Acesso Oeste. Cada gravação dura em média de 30 a 60 minutos. O principal objetivo é manter as aulas ativas por meio das lives na rede social de grande alcance com maior segurança em seus lares, protegendo os alunos dos projetos contra a Covid-19, além de atingir um público maior pela modalidade on-line. Conforme a última atualização da pasta, existiam aproximadamente 4,8 mil alunos matriculados nos mais diversos projetos.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Prefeitura continua com a higienização em locais públicos para combate ao coronavírus

A Prefeitura de Resende tem atuado frequentemente no combate e enfrentamento ao coronavírus no município. As equipes da administração municipal realizam constantemente a limpeza e higienização de locais públicos e nesta semana eles estiveram em diversos pontos por onde passam mais pessoas.

Segundo um balanço da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, nesta primeira semana de agosto a higienização aconteceu em unidades de saúde e também em diferentes bairros e pontos com possíveis aglomerações. As equipes higienizaram o Hospital Municipal de Emergência, a UPA no bairro Cidade Alegria e o centro comercial, conhecido como Calçadão e também a região do Terminal Rodoviário no Campos Elíseos.

Além disso, também foram higienizados postos de saúde de diversos bairros como: Vicentina, Região das Barras, Santo Amaro e Surubi. Nesta semana, os serviços aconteceram também nos pontos de ônibus do bairro Campos Elíseos, praças e espaços públicos de bairros como Cidade Alegria, Paraíso e Itapuca.

Desde o início desta pandemia e do isolamento social, a administração municipal tem intensificado a limpeza para garantir a segurança e o cuidado de toda a população. As equipes utilizam produtos como o cloro para dedetizar os locais, eliminando as partículas deixadas pela população. Os profissionais também recebem roupas especiais e equipamentos para garantir sua segurança.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Prefeitura de Resende realiza ações de conscientização contra a Covid-19 em estabelecimentos comerciais

A Prefeitura de Resende segue sem medir esforços para proteger o município dos perigos do novo coronavírus. Nesta semana, a gestão municipal, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, está realizando uma ação de conscientização visando atingir os comerciantes. Na última quinta-feira, dia 6, o local contemplado foi o bairro Campos Elíseos, um dos grandes centros comerciais do município.

De acordo com o Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, a estratégia consiste em visitar pontos de grande concentração de comércio e levar conscientização aos comerciantes. Através da mobilização, são reforçados pontos como a importância da exigência da máscara, da disponibilidade do álcool na entrada do estabelecimento, o distanciamento social na organização de filas e demais dinâmicas do cotidiano.

A ação, que já passou pelo bairro Campos Elíseos, teve em seu cronograma a região da Grande Alegria, nesta sexta-feira, dia 7, e, nos próximos dias, Paraíso (10) e Manejo (11). Os locais são definidos pela concentração do comércio. Para o secretário, esta postura é de grande importância, pois dialoga diretamente com os comerciantes sobre pontos que não podem ser esquecidos e deixados de lado neste período.

– A ideia vem justamente para não permitir que os cuidados sejam deixados de lado com o tempo. Durante as visitas, analisamos os pontos positivos e negativos dos estabelecimentos e procuramos focar nas orientações pontuais, além de falar sobre todos os cuidados necessários. Esta atenção redobrada é essencial para a manutenção destas atividades econômicas no período da pandemia e a gestão municipal segue fazendo seu papel. Não só através do oferecimento de informações, mas também vem fazendo a fiscalização de forma rotineira através de outras frentes – explicou o secretário.

Como previsto em decreto municipal, o comércio deve obedecer uma série de exigências para minimizar os riscos de disseminação do vírus em Resende.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

48º Salão da Primavera está com inscrições abertas até o dia 18 de setembro

A Prefeitura de Resende, através da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, abriu as inscrições para o 48° Salão da Primavera. Os artistas interessados em participar podem inscrever seus trabalhos até o dia 18 de setembro.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente, de terça a sexta-feira, das 10h às 16h, no Museu de Arte Moderna (MAM), na Rua Dr. Cunha Ferreira, no Centro. Também são aceitas inscrições feitas através dos correios com o mesmo endereço. De toda forma, é obrigatório fazer a entrega física das obras, pois não estão sendo aceitas inscrições por e-mail ou contendo apenas imagens da produção do artista.

O horário de inscrição é para evitar as aglomerações. Segundo a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, todos os artistas interessados são obrigados a usarem as máscaras de proteção, como também a fazer a higienização das mãos. O MAM está atendendo todos os protocolos de segurança e o distanciamento social.

O edital completo e a ficha de inscrição do Salão da Primavera estão disponíveis no site oficial da Prefeitura de Resende.

Segundo o presidente da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Thiago Zaidan, uma Comissão Julgadora formada por membros do campo das Artes Plásticas irá selecionar e avaliar os trabalhos. Ao final, as obras ficarão expostas e os artistas receberão prêmios em dinheiro.

Entre os requisitos para o Salão da Primavera estão: os artistas plásticos devem ser residentes no Brasil ou estrangeiros legalmente residentes no país; maiores de 16 anos, com autorização dos pais e responsáveis; serão aceitas inscrições individuais ou de grupos.

As obras devem ser inéditas e podem se dividir nas categorias: Pintura; Desenho/Ilustração – Gravura; Escultura/Objeto/Instalação; Fotografia/Arte Digital- Vídeo/Multimídia/Vídeo instalação.

A abertura do 48° Salão da Primavera com o lançamento acontecerá no dia 05 de novembro, às 19h, de forma virtual, devido à pandemia do coronavírus. A exposição será divulgada através das redes sociais e site da Prefeitura de Resende.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Prefeitura de Resende segue com fiscalização por cumprimento de medidas de segurança contra a Covid-19

A Prefeitura de Resende está intensificando a fiscalização de estabelecimento comerciais, para verificar o cumprimento das medidas de segurança contra a Covid-19, estabelecidas no município. Nos últimos dois meses, 119 estabelecimentos foram notificados durante as ações. Os esforços continuam por toda a cidade, inclusive em espaços públicos que podem conter aglomerações.

As operações de fiscalização são realizadas em conjunto e ocorrem diariamente, através de uma parceria entre a Divisão de Fiscalização de Posturas da Prefeitura, a Guarda Civil Municipal e, em alguns casos, com apoio da Polícia Militar.

As ações seguem um critério estratégico, visando atingir os locais com maior concentração de estabelecimentos comerciais, além de espaços públicos e de promoção de lazer.

De acordo com o comandante da Guarda Civil Municipal, Cesar Laurindo, os principais atos fiscalizados estão previstos em decreto municipal. O uso de máscara, o limite de 50% da ocupação para evitar aglomerações em determinados estabelecimentos comerciais e o cumprimento do horário de funcionamento são algumas das regras. Para ele, a fiscalização é essencial exatamente para manter os estabelecimentos em funcionamento, sem a proliferação da doença.

– São trabalhadores exercendo atividades econômicas de grande importância, porém é imprescindível que cumpram as determinações para preservar a saúde da população e para evitar que o município fique numa situação crítica com a Covid-19. As abordagens são feitas com toda humanidade e respeito possíveis, mas prezando sempre pelo bem comum, com uma missão importante – explicou o comandante da GCM.

Durante a abordagem, a equipe também verifica a documentação dos estabelecimentos, podendo constatar irregularidades. Os locais com pendências são notificados e deverão se regularizar junto à gestão municipal. Os donos dos estabelecimentos recebem orientações sobre o último decreto da Prefeitura e sobre cuidados contra o coronavírus.

Espaços de Lazer

A fiscalização da Prefeitura de Resende não se restringe aos estabelecimentos comerciais. As equipes também percorrem espaços públicos e de promoção do lazer, como quadras e campos de futebol. Nestes locais, os agentes verificam se não há formação de aglomerações e também conta com a colaboração da população, visando manter os cuidados contra a Covid-19.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Arte na Capa de Agosto será em comemoração ao Dia da Cultura Nordestina

A Prefeitura de Resende, através da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, prepara mais uma edição do projeto “Arte na Capa”, desta vez para o mês de agosto. A mostra será em comemoração ao Dia da Cultura Nordestina, com os “Sabores Musicais do Nordeste”, de 03 a 31 de agosto, no Museu da Imagem e do Som (MIS).

O “Arte na Capa – Sabores Musicais do Nordeste” acontecerá durante todo o próximo mês, de segunda a sexta-feira, de 12h às 18h, no MIS, situado na Rua Dr. Luiz da Rocha Miranda, no Centro Histórico.

O projeto contará com 27 capas de LP’s de diversos artistas para celebrar o Dia da Cultura Nordestina. Entre os cantores lembrados pelo “Arte na Capa” estão Luiz Gonzaga, Fagner, Zé Ramalho e Alceu Valença. A mostra é ainda uma forma de homenagear o artista Luiz Gonzaga, que faleceu em 02 de agosto de 1989. O artista é conhecido como “Rei do Baião” e um dos principais símbolos da cultura nordestina.

O Museu da Imagem e do Som (MIS) retornou com suas atividades, porém seguindo todas as determinações de segurança e distanciamento social para que não tenha aglomeração de pessoas. Segundo a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda para a entrada no MIS é obrigatório o uso de máscaras durante a visitação e também a higienização constante das mãos com o álcool.

O projeto “Arte na Capa” consiste em exposições mensais e temáticas do acervo do MIS de capas de discos de vinil. A última foi em comemoração ao Dia Mundial do Rock. Além de divulgar o acervo da instituição, o “Arte na Capa” tem como objetivo apresentar variados artistas nacionais e internacionais.

Além disso, o projeto também busca valorizar os criadores das capas (chamados de capistas), fotógrafos, artistas gráficos e designers responsáveis pela idealização das mesmas.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Prefeitura de Resende disponibiliza novos leitos no Hospital de Emergência para tratamento da Covid-19

A Prefeitura de Resende segue sem medir esforços no combate ao coronavírus e nos cuidados com a população. Se precavendo para o caso de aumento dos casos graves da Covid-19, a gestão municipal preparou e colocou à disposição quatro novos leitos de CTI no Hospital Municipal de Emergência Sergio Henrique Gregori, unidade de referência no enfrentamento da doença pelo sistema público de saúde em Resende.

De acordo com o prefeito Diogo Balieiro Diniz, os leitos foram prontamente preparados e só serão usados no caso da necessidade. Ou seja, caso a situação no município demande uma expansão nas vagas de CTI já disponíveis. Para o prefeito, é essencial que o município esteja preparado para todo tipo de circunstância.

– Os leitos estão disponíveis, com toda a estrutura de qualidade, mas esperamos que não seja necessário utilizá-las. O mais importante é que a gestão municipal está agindo preventivamente e não será pega de surpresa caso o número de quadros graves, que demandam maior cuidado médico, aumente. Por isso, também é importante reforçar a importância de usar a máscara e evitar aglomerações, respeitando os princípios do distanciamento social – reforçou o prefeito.

O prefeito também destacou a possibilidade da disponibilidade de mais oito leitos exclusivos para os cuidados contra a Covid-19 na unidade. Assim como as quatro anunciadas agora, estas também só serão acionadas em caso de necessidade.

Mais alternativas contra o coronavírus

De acordo com o plano de contingência elaborado pelo município para se preparar para todas as circunstâncias, há também a possibilidade de utilização do antigo prédio da Mater no tratamento do Covid-19. O prédio é localizado no bairro Jardim Jalisco e poderia se tornar um centro de atendimento exclusivo para pacientes com coronavírus. O local já está pronto e equipado, mas, assim como os novos leitos, só será acionado se for preciso.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

‘Selo Resende Turismo Consciente’ é implantado no município

A Prefeitura de Resende, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, está implantando no município o ‘Selo Resende Turismo Consciente’. Trata-se de uma iniciativa desenvolvida com o intuito de certificar os estabelecimentos da rede hoteleira que estão cumprindo todas as medidas sanitárias visando a prevenção ao novo coronavírus.

Após meses fechados, os estabelecimentos, em geral, foram retomando gradativamente as suas atividades. O turismo em si ainda demorou um pouco mais, sendo um dos setores mais atingidos pela pandemia, no entanto também já retornou às atividades – com base nas análises situacionais do avanço da pandemia em nosso município – e seguindo todos os requisitos dispostos no decreto vigente.

As determinações para os hotéis e pousadas adquirirem o ‘Selo Resende Turismo Consciente’ valem, inclusive, para os restaurantes, bares e lanchonetes localizados no seu interior.

Segundo o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, a ação tem o objetivo de conscientizar e estimular os meios de hospedagens a seguirem rigorosamente as orientações das autoridades de saúde para que Resende seja uma cidade segura tanto para os turistas quanto para todos que aqui residem.

Para adquirir o Selo para o estabelecimento, é necessário que os empresários preencham o formulário virtual com os seus dados e da sua empresa, assinem um termo de adesão e enviem para a Secretária de Indústria, Comércio e Turismo, assinado. O termo é autodeclaratório e a documentação necessária está disponível a seguir: http://resende.rj.gov.br/selo-resende-turismo-consciente

Para mais informações:

Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo
(24) 3360-9578
turismo.resende@gmail.com

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende