Edital do 47º Salão da Primavera já está disponível no site da prefeitura

A Prefeitura disponibilizou nesta semana o edital do próximo Salão da Primavera, promovido pelo Museu de Arte Moderna (MAM) de Resende. Os interessados já podem consultar os detalhes e se prepararem para as inscrições, que começam no próximo dia 9 de agosto. Em 2019, a exposição, que é uma das mais tradicionais e importantes da região sul fluminense, chega a sua 47ª edição.

De acordo com o edital, podem se inscrever no Salão artistas plásticos brasileiros, residentes no Brasil ou no exterior; estrangeiros legalmente residentes no Brasil; e maiores de 16 anos, com autorização dos pais ou responsáveis.

Os interessados em participar poderão inscrever até três obras inéditas nas seguintes categorias: pintura, desenho/Ilustração, gravura, escultura/objeto/instalação, fotografia/arte digital, vídeo/multimídia. O peso máximo é estipulado em 15kg e um metro de tamanho, contada a moldura. Já esculturas, objetos e instalações deverão ter altura máxima de 2m de largura e profundidade máxima de 1 metro e 25 kg de peso.

Ainda segundo o edital, todos os trabalhos inscritos passarão pela avaliação da comissão julgadora, que será formada por três integrantes de reconhecido saber no campo das artes plásticas. A comissão, que levará em consideração critérios como a qualidade técnica da obra; relevância estética e conceitual; originalidade; criatividade; e pesquisa, atuará tanto na seleção dos trabalhos inscritos, para definir quem participará efetivamente do Salão, como na escolha dos prêmios de aquisição e honoríficos.

O edital e a ficha de inscrição do 46º Salão da Primavera podem ser acessados no site da Prefeitura (resende.rj.gov.br/), seguindo o seguinte percurso: Manu > Governo > Órgãos e Secretarias > Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda > Mais > 2019 > 47º Concurso Salão da Primavera 2019. O link que direciona diretamente para o edital é o resende.rj.gov.br/conteudo/downloads/47ConcursoSalaodaPrimavera.pdf.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Anúncios

Peça ‘A Bela e a Fera’ será encenada no próximo sábado, dia 20, no Parque das Águas.

Após o grande sucesso das peças ‘A Pequena Sereia’ e ‘Peter Pan’, a população de Resende terá, neste sábado, dia 20, mais uma grande oportunidade de desfrutar de uma apresentação que traz a magia dos contos de fadas. O Parque das Águas, situado no bairro Jardim Jalisco, em Resende, será palco da peça teatral infantil ‘A Bela e a Fera’, às 18h. A atração é fruto de uma parceria entre a Prefeitura e o programa “ArcelorMittal Cultural – Arte que Transforma”, da empresa siderúrgica ArcelorMittal.

O espetáculo, que terá entrada gratuita, é indicado para toda a família. A apresentação foi viabilizada a partir da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do Ministério da Cidadania e da Cyntilante Produções. Com duração de cerca de 50 minutos, a peça traz uma proposta interativa, com música ao vivo, visual impecável dos personagens e outros ingredientes que prometem agradar e emocionar o público presente.

A expectativa de público, de acordo com o presidente de Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Thiago Zaidan, supera os números das duas primeiras peças realizadas em maio e junho deste ano. Na peça “A Pequena Sereia” levou aproximadamente 900 pessoas ao Parque das Águas. Já a peça “Peter Pan” elevou ainda mais este número: cerca de 1100 expectadores. Devido ao sucesso das primeiras edições e ao período de recesso escolar, são esperadas, dessa vez, 1.200 pessoas.

– As duas primeiras peças já foram um sucesso e esperamos que “A Bela e a Fera” seja ainda mais. É uma grande opção de atração cultural e entretenimento de qualidade disponibilizada gratuitamente. A parceria firmada só tem a beneficiar a população de Resende, principalmente neste mês de recesso escolar em que os pais procuram por opções assim para se divertirem com os filhos.

A estrutura oferecida para a realização desta peça inclui uma grande tenda, como nas outras edições, e um número de cadeiras superior ao da última peça. O palco possui iluminação e sonorização especiais para encantar a todos com a magia dos contos. A programação da parceria ainda prevê mais quatro peças nos próximos meses. São elas: ‘Os Saltimbancos’, no dia 17 de agosto, ‘Aladim’, no dia 14 de setembro, ‘Mágico de Oz’, no dia 19 de outubro e ‘Rainha da Neve’, no dia 16 de novembro.

A Peça

“A Bela e a Fera” é uma adaptação do tradicional conto de fadas francês. Originalmente escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot, Dama de Villeneuve, em 1740 e se tornou mais conhecido em sua versão de 1756, por Jeanne-Marie LePrince de Beaumont, que resumiu e modificou a obra de Villeneuve. Na história, Bela é uma jovem aprisionada dentro de um castelo de um príncipe, que foi transformado em uma fera. Com a ajuda dos funcionários encantados do castelo, ela aprende a lição mais importante de todas: que a verdadeira beleza está dentro de nós.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Cantata para Resende comemora 171 anos de elevação de vila para cidade

Em comemoração aos 171 anos de elevação de Resende da categoria de Vila para Cidade, a Prefeitura Municipal promoverá uma cantata na Igreja Matriz, situada na Praça Oliveira Botelho, no Centro, neste sábado, dia 13. A “Cantata para Resende”, organizada pela Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM), será realizada pelo Coral e Orquestra de Câmara da UCP (Universidade Católica de Petrópolis), sob a regência do maestro resendense Antônio Gastão. A apresentação começará às 18h, com o programa de três composições do regente nascido em 1962. O evento é aberto ao público.

O repertório da celebração inclui as seguintes composições: Stabat Mater, com a solista Michele Ramos; Haec Dies II, com as solistas Michele Ramos e Isabella Limonge; e Cantata pelos 200 anos de Resende (2001), com as solistas Michele e Manolo Bittencourt. A cantata tem a sequência: Abertura; Invocação; Os Puris; Os Bandeirantes; e Os Imigrantes. O presidente da Casa da Cultura, Thiago Zaidan, relembrou um pouco sobre os episódios históricos.

— Vamos comemorar um marco histórico importante do nosso município, bem como a chegada da missão bandeirante em 1744. Em 1747, ficou estabelecido o Curato de Nossa Senhora da Conceição do Campo Alegre da Paraíba Nova. Em 1756, com o crescimento da agricultura e estratégica localização, o povoado passou a ser categoria de Freguesia. No dia 29 de setembro de 1801, tornou-se Vila de Resende. Na época, a localidade foi impulsionada pela economia cafeeira. No dia 13 de julho de 1848, por meio do decreto número 438, Felisberto Caldeira Brant Pontes, que era Visconde de Barbacena e presidente da Província do Rio de Janeiro, resolveu a elevação de Vila para Cidade de Resende. O Auto de Proclamação ocorreu no dia 27 de agosto do mesmo ano, no Paço da Câmara Municipal. Esta é uma parte da nossa rica história, que merece um acontecimento memorável! – destacou.

Thiago Zaidan reforçou que concerto irá celebrar a data comemorativa com uma proposta diferenciada, agregando música clássica no Centro Histórico do município. “Acho muito importante que o público tenha acesso à música clássica! O concerto será dentro da igreja, como costuma acontecer em cidades de Minas Gerais. É uma grande oportunidade para a população assistir a uma linda apresentação de coral e orquestra em Resende”, salientou.

Há 18 anos, a Cantata pelos 200 anos de Resende foi apresentada na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), durante festa do Poder Legislativo do Município. Vale lembrar que no dia 29 de setembro é comemorado o aniversário da fundação de Vila de Resende.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Música na Feira em julho celebra o rock com som e exposição de vinis

O Dia Internacional do Rock é celebrado no próximo dia 13 e para marcar a data a Prefeitura anunciou uma programação especial para o projeto “Música na Feira”, que acontece sempre aos domingos, na Feira Livre do bairro Campos Elíseos. Nas próximas três edições , o público poderá assistir shows com bandas locais e ainda visitar uma exposição com discos de vinis de roqueiros das mais diferentes vertentes.

Já neste domingo, dia 14, haverá um show com a banda “Sr. Gouveia” e no dia 21 é a vez da galera do grupo “Catadores de Sol” entrarem em cena. Fechando o mês, no dia 28 haverá uma Jam Session de rock no deck localizado próximo a Ponte Velha. De acordo com o presidente da Fundação Casa de Cultura, Thiago Zaidan, também nos próximos três finais de semana a exposição “Arte na Capa” deixará o Museu da Imagem e do Som para incrementar ainda mais a Feira Livre. O tema, claro, é o bom e velho rock and roll.

O projeto “Música na Feira” é uma iniciativa da Prefeitura, através da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda e da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo. A proposta é unir cultura e lazer para fomentar uma importante atividade econômica no município.

Arte na Capa

A Prefeitura de Resende e a Casa da Cultura Macedo Miranda abriram no dia 1º, no Museu da Imagem e do Som, mais uma edição do projeto ‘Arte na Capa’. A mostra temática de capas de discos poderá ser visitada até o dia 31 de julho, de segunda a sexta, das 12h às 18h. A entrada é gratuita.

Na exposição, organizada pelo Museu da Imagem e do Som de Resende, o público poderá encontrar 28 capas de discos (Long Play) de artistas e grupos nacionais e internacionais como The Beatles, Pink Floyd, The Who, Queen, Rolling Stones, Lulu Santos, RPM, Mutantes, Legião Urbana e Nirvana, entre outros, compreendendo álbuns dos anos 60 até os anos 90.

Aos domingos de julho, no entanto, a exposição será excepcionalmente levada para a Feira Livre pela celebração ao Dia Internacional do Rock.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Semana do Nordestino cheia de atrações acontece nos dias 12, 13 e 14 de julho

A Prefeitura de Resende promoverá mais uma Semana do Nordestino, nos próximos dias 12, 13 e 14 de julho, na Área de Exposições da cidade. A terceira edição do evento, que acontece em parceria com o Sesc (Serviço Social do Comércio), está com a programação recheada de atrações. Além da homenagem aos nordestinos, a festa promete muita animação com os shows de Kika Porto, Forroçacana, Trio Baião Lunar, Xoxote, repentistas de São Cristóvão e, para fechar com chave de ouro, Bonde do Forró, entre outros. A entrada é franca.

A abertura da Semana do Nordestino contará com a Banda Sinfônica da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), além da participação especial do harpista argentino Walter Morato. Em seguida, haverá a homenagem aos nordestinos. O cronograma inclui parque de diversões todos os dias, área de alimentação com comidas típicas, festival de dança de quadrilha, apresentação de balé, show de prêmios, artesanato e barracas de produtos regionais provenientes da famosa feira de São Cristóvão do Rio.

A população ainda poderá participar gratuitamente das oficinas de sucos nordestinos, rói-rói, essências nordestinas, fuxico, chaveiros (personagens nordestinos), plantio, moda regional, óleos naturais, fantoches nordestinos e cestaria. Na sexta-feira, dia 12, as oficinas começam a funcionar a partir de 18h e, no sábado e domingo, dias 13 e 14, a partir de 13h.

O prefeito Diogo Balieiro Diniz destacou que a festividade visa valorizar a cultura nordestina, proporcionando música, entretenimento, gastronomia e várias tradições sertanejas à população.

— Estamos realizando mais uma edição da Semana do Nordestino, que já virou tradição em Resende. A festa busca enaltecer as raízes nordestinas e trazer um pouco das riquezas sertanejas para a nossa cidade. Todos estão convidados para participar da festividade, que possui uma programação repleta de atrativos e novidades. A área de alimentação, por exemplo, vai reunir diversos pratos típicos e sabores do Nordeste, tais como: acarajé, baião de dois, feijão de corda, carne de sol, entre outros. A criançada poderá se divertir no parque de diversões. O evento é aberto e para todas as idades! Os shows vão aquecer a galera! A homenagem aos nordestinos é um grande reconhecimento da importância da sua história na nossa sociedade – reforçou, lembrando que a segurança foi esquematizada com guardas municipais e agentes do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Durante o evento, as pessoas ainda podem doar alimentos não-perecíveis, por meio do Programa Mesa Brasil do Sesc. Os alimentos arrecadados na entrada da Semana do Nordestino serão distribuídos para instituições cadastradas no município.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

3ª SEMANA DO NORDESTINO
Local da programação: Área de Exposições de Resende

Dia 12, sexta-feira:
A partir de 18h – Oficinas
19h – Apresentação Banda da Aman
(Participação: harpista Walter Morato)
19h30 – Homenagem Nordestinos 2019
21h – Show Kika Porto
22h – Show Forroçacana

Dia 13, sábado:
10h – Festival Dança de Quadrilha
(Categoria Ensino Fundamental)
A Partir de 13h – Oficinas
14h – Festival Dança de Quadrilha (Categoria Livre)
16h – Show de prêmios
17h – Balé da Prefeitura de Resende
18h – Quadrilha Realce
19h – Quadrilha Dona Junina de Angra dos Reis
20h – Tributo ao grande encontro com Dil Portela
21h30 – Show Trio Baião Lunar
23h30 – Show Xoxote

Dia 14, domingo:
10h – Apresentação Comep (Corporação Musical Engenheiro Passos)
12h30 – Grupo Cordas Musicais
A partir de 13h – Oficinas
13h – Apresentação Centro Musical Acorde Z
14h – Espaço Musical Cláudia Ramos
15h30 – Apresentação de Cordel da Escola das Artes
16h – Escola de Música da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM)
18h – Show de repentistas de São Cristóvão
19h – Tributo a Luiz Gonzaga com Anne Nogueira e Rafaela Rodrigues
 20h – Show Bonde do Forró

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Primeira edição do ‘Estação Musical’ trará projeto ‘Niterói além da ponte’

A Prefeitura de Resende dará início, na próxima sexta-feira, ao novo projeto da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, ‘Estação Musical’. A primeira edição acontece através de uma parceria com o Projeto ‘Niterói Além da Ponte’, que contempla o município com duas atrações musicais gratuitas na Praça do Trenzinho, em Campos Elíseos. As apresentações acontecem nos dias 21 e 22, trazendo nomes de qualidade e muita bagagem no cenário musical brasileiro.

Na sexta-feira, dia 21, às 20h, a música fica por conta do instrumentista Sérgio Chiavazzoli, que por muitos anos emprestou sua guitarra e seu bandolim à banda que acompanhava Gilberto Gil pelo Brasil e pelo mundo, sendo um dos únicos da banda a acompanhá-lo no histórico concerto da ONU, em 2003.

Já no sábado, dia 22, às 11h, será a vez do compositor e trompetista Silvério Pontes, apresentando um show que tem como inspiração seu primeiro CD autoral, intitulado “Reencontro”. Com uma carreira que dura mais de 40 anos, Silvério decidiu investir nesse projeto, pois não conseguia mais conter a quantidade de melodias que vinham em sua mente.

As atrações do projeto ‘Niterói Além da Ponte’ também darão o pontapé inicial para mais uma iniciativa da Casa da Cultura Macedo Miranda: o ‘Estação Musical’. O nome é dado em alusão a Praça do Trenzinho, onde acontecerá periodicamente, com a participação de artistas e bandas.

Durante os eventos, uma exposição fotográfica também ficará à disposição do público. Os trabalhos que compõem a mostra são dos artistas niteroienses André Cyriaco, Aporé de Paula, Clever Felix, Lucília Dowslley e Nathalia Felix.

Projeto “Niterói Além da Ponte”

Demanda histórica dos artistas de Niterói, o Projeto ‘Niterói Além da Ponte’ promoverá 35 artistas da cidade, nas áreas de música, dança, teatro e profissionais da fotografia (com uma exposição itinerante), todos selecionados por meio de edital. Os selecionados vão a 16 municípios parceiros, entre os meses de maio a julho, sempre nos fins de semana (sexta a domingo).

Serviço

Niterói Além da Ponte

Sergio Chiavazzoli
Data: 21 de junho, sexta-feira
Horário: 20h

Silvério Pontes
Data: 22 de junho, sábado
Horário: 11h

Local: Praça do Trenzinho, em Campos Elíseos
Entrada gratuita

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda comemora 30 anos com programação especial

Responsável por formular e implementar as políticas públicas de governo relativas à Cultura no município, a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda está completando 30 anos de existência em 2019. E para celebrar a data especial para a população resendense, nesta sexta-feira, dia 14, a fundação terá uma programação, que conta com um show musical e uma sessão solene na Câmara Municipal de Resende.

A comemoração começou pela manhã, às 10h, com o show musical promovido pela Banda da Casa da Cultura. A homenagem prestada por profissionais e alunos da Fundação conta também com alunos de duas escolas municipais, E.M. Maria Dulce Freire Chagas e Escola Profissional Sagrado Coração de Jesus, além de alunos da Escola de Música Maestro Aniceto, que funciona na Casa da Cultura

Com apresentação do Diretor de Cultura, Fabio Monteiro, o show conta com a presença dos professores e músicos da FCCMM: Rafael Garrido, Beto Oliveira, Chuck Bones e a participação de Fernando Troina. A apresentação aconteceu na histórica Praça Oliveira Botelho e a população compareceu para prestigiar a apresentação e para celebrar a data.

Mais tarde, às 15h, a homenagem continua com uma sessão solene no Plenário da Câmara Municipal de Resende. Durante o evento, uma homenagem será feita a todos os ex-presidentes que estiverem presentes e que fizeram parte da história da Fundação. Além disso, o historiador e responsável pelo Arquivo Histórico Angelo Mainine ficará responsável por ministrar uma palestra sobre a importância histórica do espaço para o município e para toda a região.

O presidente da FCCMM, Thiago Zaidan, ressalta a importância de prestigiar o evento e celebrar a Fundação, que é responsável por transformar a vida de muitas pessoas, como aconteceu com o próprio presidente.

– Eu, assim como o diretor Fábio Monteiro, fui aluno da FCCMM e isso marcou muito a minha trajetória. A Fundação tem esse poder de promover o acesso à cultura e fazer a diferença na vida das pessoas. Temos aulas de música, temos museus e exposições muito ricas e impregnadas de cultura e história. Sua importância enquanto espaço de preservação da memória do município também é muito grande. São muitas razões pelas quais devemos celebrar e valorizar a existência da FCCMM – diz o presidente.

Dependências da FCCMM

A FCCMM reúne diversos elementos fundamentais no resgate da memória de Resende, através do Arquivo Histórico, com documentos raríssimos que recriam séculos de história. No prédio da Fundação também funcionam: a Escola de Música Maestro Aniceto, o Museu da Imagem e do Som e o Arquivo Histórico Municipal. São também integrados à Fundação, a Biblioteca Municipal Jandir Cezar Sampaio (no Espaço Z), o Museu de Arte Moderna (MAM) de Resende e o Cine Vitória.

30 anos de FCCMM

A Fundação Casa da Cultura foi criada pela Lei 1607 de 1989 e completa 30 anos, com uma trajetória repleta de conquistas institucionais e ações culturais que confirmam as estrofes do Hino de Resende “A esta erra que é um berço divino / De poetas, de artistas, de heróis!”, do poeta resendense Luiz Pistarini. O ato de criação da FCCMM é resultado de um longo processo histórico, que tem seu início no século XIX, atravessa o século XX e continua no século XXI. Toda essa história será abordada em detalhes na palestra da programação, nesta sexta feira.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende