Terceira edição do descarte de lixo eletroeletrônico será realizada este mês em Resende

A Prefeitura, por meio da Agência do Meio Ambiente do Município de Resende (AMAR), apoia pelo terceiro ano consecutivo a iniciativa do Rotary Club em promover o Descarte Solidário de Lixo Eletroeletrônico. O projeto está marcado para o próximo dia 19 de julho, de 9 às 15 horas, no Parque das Águas.

A ação, além de ser a alternativa ideal para que as pessoas descartem adequadamente os resíduos eletroeletrônicos, também pode ser considerada uma excelente iniciativa social, pois o recurso financeiro arrecadado com a venda do material recolhido para uma empresa licenciada é doado à FNCC (Frente Nacional de Combate ao Câncer).

A população de Resende pode se direcionar ao Parque das Águas (ao lado da Beira Rio), a pé ou de carro, para realizar o descarte de qualquer eletroeletrônico que tenha em casa, desde aparelhos pequenos como celulares e afins, até ventiladores, fogões, geladeiras e lavadoras de roupas. Vale ressaltar que a iniciativa é realizada no formato drive thru – apenas com uma parada, para que ocorra o descarte na tenda inflável, instalada em frente ao parque, junto à caçamba roll on – e todos devem usar máscaras.

Na primeira edição, em 2018, segundo Maira Ferrari da Cunha, bióloga e educadora ambiental da AMAR, conseguiram arrecadar 10 toneladas de resíduos eletroeletrônicos, já no ano passado, 5 toneladas foram arrecadadas. A expectativa para este ano é de que consigam arrecadar a mesma quantidade do ano passado.

Além do descarte realizado no Parque das Águas, no dia 19 de julho, também haverá pontos de coleta em Visconde de Mauá e em Engenheiro Passos. O apoio do setor de Serviços Públicos será fundamental nesta etapa, pois irá recolher o lixo eletroeletrônico descartado nesses pontos após o período estabelecido.

Esta ação é de extrema importância para toda a cidade, já que é a oportunidade de a população destinar de forma correta os seus resíduos sem contaminar a natureza.

Confira os locais e horários de descarte em Visconde de Mauá e em Engenheiro Passos:

Visconde de Mauá
De 13/7 ao dia 16/7, de 9h às 12h.
Local: Administração Regional situada na Sede do Parque Estadual da Pedra Selada. Rua Wanceslau Braz, número 240, Visconde de Mauá.

Engenheiro Passos
Dias 15/7 e 16/7, de 8h às 11h e de 13h às 17h.
Local: Casa Azul, Administração Regional. Avenida das Camélias, sem número, Engenheiro Passos.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Projeto da Prefeitura de Resende vai resgatar valores históricos do município através de vídeos

Mesmo com o período de pandemia do coronavírus impossibilitando a formação de aglomerações, a Prefeitura de Resende encontrou novas formas de continuar aproximando a população resendense de espaços impregnados de história e tradição. Através de uma parceria entre a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda e a Secretaria Municipal de Educação, o projeto “Resende – Passado e Presente” vai promover um passeio sem sair de casa por diversos pontos da cidade.

De acordo com a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, o objetivo do projeto é resgatar os valores históricos do município com o auxílio das redes sociais, uma vez que o mundo todo atravessa um momento mais propenso à procura de lazer e cultura através da internet. Com isso, todas as sextas-feiras estarão disponíveis novos vídeos no Facebook da Prefeitura de Resende e no Portal da Educação (educacao.resende.rj.gov.br).

Os locais, de acordo com o planejamento do projeto, serão: Av. Albino de Almeida, Largo da Matriz, Praça do Centenário, Casa da Cultura, Ponte Velha, Rua dos Voluntários e Rua 15 de Novembro. O conteúdo do projeto baseado em um livro, que leva o mesmo nome do projeto e que está disponível nas unidades escolares do município.

– Em 2019 a FCCMM lançou o projeto “Passeio Histórico”, que oferece a grupos de alunos da rede pública e privada uma caminhada pelo Centro Histórico de Resende, contando a história da cidade através de seus prédios, construções e monumentos. Como estamos enfrentando um período de pandemia, um novo projeto que adapte a essa realidade foi criado para que a população continue aprendendo e visitando, mesmo que por vídeo, locais ricos, de grande importância na história de Resende – explicou o presidente da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Thiago Zaidan.

A escolha dos locais e datas contemplados também levam em consideração datas comemorativas. No próximo dia 13, por exemplo, o conteúdo homenageará a elevação do município de vila à cidade, que acontece no dia 13 de julho de 1848. Os responsáveis pela realização do projeto são o professor e Coordenador de Ciências Humanas, Makyl Angelo, e o professor e Coordenador do Arquivo Histórico, Angelo Tramezzino.

O cronograma também prevê a realização de uma live no dia 13 de julho, abordando diversos aspectos sobre a história de Resende.

Datas:

25/06: Introdução
26/06: Casa da Cultura Macedo Miranda
3/07: Praça do Centenário
10/07: Praça Oliveira Botelho
13/07: Live no Instagram: https://www.instagram.com/prefeituraresende/
13/07: Elevação de vila à cidade
17/07: Rua Albino de Almeida
24/07: Ponte Velha
31/07: Rua dos Voluntários e Rua 15 de Novembro

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

‘Feira Livre’ terá mais uma edição na área de exposições

Mais uma edição da Feira Livre de Resende será realizada neste domingo, dia 05, em condições especiais diante da pandemia do coronavírus. A Prefeitura, através da Secretara Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, repetirá o modelo adotado na última edição, promovida no domingo passado. Desta forma, a feira acontecerá das 7h às 14h, no Parque de Exposições, cercada de medidas de segurança para prevenir o contágio pela Covid-19.

A começar pelo local escolhido, pois a área de exposições tem espaço amplo, que permite um distanciamento seguro entre as barracas, que serão usadas por produtores e artesãos. Desde a retomada das atividades da feira, o modelo de atividades vem sendo adaptado para atender requisitos de segurança em saúde. Inicialmente, foi adotado o modelo ‘Drive Thru’. No entanto, pessoas que não possuíam veículos pediram uma readequação mais inclusiva.

Com isso, a organização da feira promoveu outras mudanças para permitir a entrada de pessoas a pé no espaço de vendas. Há organização de filas e afastamento de barracas, com o devido distanciamento seguro. As barracas em geral disponibilizarão álcool gel para a higienização das mãos, assim como o uso da máscara será obrigatório na entrada e para circulação no interior do espaço. Haverá ainda uma pia portátil para permitir a higienização constante dos frequentadores. O espaço para estacionamento é amplo e não há preocupação com vagas para os veículos dos visitantes, expositores e vendedores.

Como nas outras edições, serão comercializados produtos do ramo de hortifruti, queijos, laticínios e derivados, além da peixaria. O espaço também conta com uma praça de alimentação, na qual os visitantes poderão consumir produtos como pastéis, acarajé, churrasquinho, linguiça no pão, sanduíches entres outros. Os artesãos seguem com um espaço para expor e comercializar produtos.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Sine Itinerante retoma atividades e próximo atendimento será realizado no CRAS Itapuca

O projeto Sine (Sistema Nacional de Emprego) Itinerante recomeçou suas atividades neste mês de junho, respeitando todos os protocolos de segurança em virtude do novo coronavírus (Covid-19). O próximo atendimento será realizado no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Itapuca, na Rua Euzébio Manoel da Glória, entre 9h30 e meio-dia. Do dia 24 de junho, quarta-feira, até o dia 30 de junho, terça, o projeto marcou presença nas seguintes unidades do Cras: Toyota, na Avenida Projetada, no bairro Toyota II; Parque Minas Gerais, na Avenida São João Del Rey, 352; Jardim Esperança, na Rua Frei Tito, 27, na Fazenda da Barra I; Lavapés, na Rua Eduardo Cotrim, nº. 36; e Paraíso, na Rua Coronel Abílio Godoy, 127.

O projeto é desenvolvido pela Prefeitura de Resende, por meio das Secretarias Municipais de Assistência Social e Direitos Humanos e Indústria, Comércio e Turismo, em parceria com o Sine Resende. O Sine Itinerante visa facilitar o acesso da população aos serviços oferecidos na unidade de Resende, na Rua Gulhot Rodrigues, nº. 257, no bairro Comercial.

O ‘Sine Itinerante’ estava com as atividades paralisadas desde março deste ano, por causa da pandemia global. O primeiro atendimento volante de 2020 ocorreu no dia 7 de março, no decorrer da primeira edição do ano da ação social ‘Resende Cidadã’, na Escola Municipal Júlio Verne, na Rua Euridice Paulina de Almeida, no bairro Vicentina II, com a participação da equipe do Cras Lavapés. Depois, o projeto seguiu o cronograma especial com início no dia 9 de março, no Cras Lavapés. No dia 11 de março, foi a vez do Cras Toyota e, no dia seguinte, 12, a visita aconteceu no Cras Itapuca. Com o objetivo de evitar a propagação do novo coronavírus, as demais visitas agendadas em março foram canceladas. O atendimento itinerante retornou no dia 24. No mês de março, foram realizados 17 atendimentos. De 24 de junho até esta segunda, dia 29, foram 30 atendimentos nas unidades do Cras.

Entre os serviços disponibilizados pelo projeto estão: intermediação de mão de obra; agendamentos para o benefício Seguro-desemprego; informações sobre a emissão da Carteira de Trabalho; dicas de planejamento de carreira e postura em entrevista de emprego; instruções para elaboração de currículo profissional; atualização do cadastro do banco de dados do Sine; e captação de currículos. Todos as informações coletadas nas comunidades são levadas para a sede do Sine, onde são registradas no sistema.

A coordenadora do Sine Resende, Alessandra Brandão, reforçou que todas as medidas preventivas contra a Covid-19 estão sendo adotadas para a retomada das ações volantes.

— Todos os cuidados necessários para a retomada do projeto estão sendo devidamente respeitados, em conformidade com os Decretos Municipais, como o uso obrigatório de máscaras, disponibilização de álcool em gel, higienização do local e distanciamento social adequado. É um atendimento por vez, em local bem arejado. Vale destacar que a sede do Sine, a única da Região das Agulhas Negras que não suspendeu as atividades durante o período inicial da pandemia, passou por adaptações na ocasião, estabelecendo medidas restritivas como horário diferenciado (das 8h30 às 16h), rodízio de funcionários, atendimento ao público com os cuidados sanitários exigidos e serviços via on-line. A captação de currículos era por e-mail. Neste período, o foco do atendimento foi o benefício do Seguro-desemprego na sede, que chegou a contabilizar quase mil emissões devido ao atendimento de pessoas oriundas de outras cidades. Mesmo quem iniciava o processo do Seguro-desemprego pelo aplicativo disponibilizado pelo governo federal, precisava comparecer à sede do Sine para entregar a documentação necessária. Em relação à Carteira de Trabalho, o caminho agora é o aplicativo de celular, já que a emissão do documento físico foi suspensa antes da pandemia, para a maioria das classes trabalhistas. No início de junho, o horário de funcionamento da sede voltou a ser encerrado às 17h – informa.

O secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, lembrou que o projeto iniciou em novembro de 2018, no município, e ocorre, normalmente, uma vez por mês nas unidades previstas no calendário. “Em 2019, o Sine Itinerante contabilizou 468 atendimentos. O principal objetivo é dar oportunidades aos interessados que estão em busca de empregos e outros serviços, mas não têm condições de comparecer à sede do Sine. Atualmente, o Sine de Resende é mantido pela Prefeitura, por meio de parceria estabelecida com o Governo do Estado do Rio”, explica.

Para outras informações, o telefone para contato do Sine Resende é (24) 3360 6238.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

‘Web Festival – Música na Feira em casa’ termina neste domingo

A quarta e última edição do ‘Web Festival – Música na Feira em Casa’ acontece neste domingo, dia 5 de julho, às 11 horas. Nove bandas vão se apresentar no projeto desenvolvido pela Prefeitura de Resende, através da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda. Ao todo, serão apresentadas mais de 20 músicas tocadas e interpretadas por artistas de região. Como o próprio nome diz, trata-se uma apresentação toda pensada para o formato online.

Na programação da última edição, estarão em cena as seguintes bandas e aristas: Casa da Cultura Macedo Miranda; Groove Brothers; Silvão Total União; Camafeu Rock Band; Nós nas Cordas; Catadores de Sol; Coletivo Nosso Novo Som; Xoxote; e PH Trio. O repertório é extremamente eclético, já pensado para agradar todo tipo de público. No setlist consta desde o clássico do rock Highway to hell, da banda australiana AC/DC, até o samba-exaltação Aquarela do Brasil, de Ary Barroso. Tem ainda espaço para composições próprias das bandas, como O passo (Catadores de Sol) e Across the room (P.H Trio).

As apresentações entrarão ao vivo no canal oficial da Prefeitura de Resende no Youtube, através do link:https://m.youtube.com/channel/UC6p-O69J9UuvPsAYsAWS9QQ e também no Facebook da Prefeitura de Resende. De acordo com o presidente da fundação, Tiago Zaidan, o projeto pode ter até uma série especial no meio de julho, voltada especialmente para o rock.

O projeto foi pensado como uma maneira de seguir dando oportunidade aos artistas do Sul Fluminense, mesmo durante o período de pandemia do coronavírus. Desta forma, a iniciativa segue a tendência do projeto original que deu origem ao atual, já que o tradicional “Música na Feira” acontecia também aos domingo, no deck da Beira Rio, junto com a Feira Livre, sempre privilegiando o som produzido na região.

Diante da pandemia, as apresentações presenciais foram suspensas, dando lugar ao formato online.

Veja a programação para este domingo:

1 – Casa da Cultura Macedo Miranda
– O Sol (Rogério Flausino)

2 – Groove Brothers
– Highway to hell (Angus Young/Malcom Young/Ronald Scott)
– You Love (Outfield)

3 – Silvão Total União
– Canto das Três Raças (Paulo Cesar Pinheiro)
– Aquarela do Brasil (Ary Barroso)

4 – Camafeu Rock Band
– Trevo de 4 folhas (Tiago Parente)
– Fábrica (Renato Russo)

5 – Nós nas Cordas
– Receita de Samba (Jacó do bandolim)
– Carioquinha (Waldir Azevedo)

6 – Catadores de Sol
– O passo (Catadores de Sol)
– Os Sinais (Catadores de Sol)

7 – Coletivo Nosso Novo Som
– Deserté (Fernando Farias)
– Reggae do Lixo (Marcos Mendes/Solano Sosnowiski)

8 – Xoxote
– Xoxote (André Camões) Forrozinho (André Camões)
– Véio também dança forró (André Camões)/ Coronel Antonio Bento (João do Vale/Luiz Wanderçey)
– Incidental Baião (Humbetto Teixeira/Luiz Gonzaga)

9 – P.H Trio
– Incidental Cissy Strut (The Meters)
– Across the room (P.H Trio)
– Mistérios do planeta (Novos Baianos)
– Psycho Killer (Talking Head)

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Programa de Controle ao Tabagismo faz adaptação durante a pandemia

A Prefeitura de Resende, através do Programa de Controle ao Tabagismo, seguirá ajudando as pessoas que desejam deixar de fumar durante o período em que a pandemia do coronavírus vigorar. Para que o trabalho seja feito em segurança, uma nova metodologia foi criada, acompanhada de ações especialmente desenvolvidas para os próximos meses.

O programa segue com os atendimentos de forma semipresencial, com abordagem por telefone e grupos com aplicativo de troca de mensagem, que são coordenados pelo enfermeiro técnico do PCT, Rafael da Silva Souza. A partir destes contatos, são passadas orientações e direcionamento para retiradas dos medicamentos em polos pré-fixados, tendo como base principal a UBS da Cidade Alegria e o Posto Resende.

Para os que desejam iniciar fazer o tratamento, o programa disponibilizou o WhatsApp (24) 99275-1216. Os interessados devem deixar nome completo, número do Cartão SUS e o bairro em que mora em Resende. Desta forma, a equipe do PCT faz a elaboração de novas estratégias de atendimento.

O planejamento prevê tanto o atendimento aos antigos pacientes já cadastrados no projeto quanto também para captação de novas pessoas, que sofram com os males do fumo. Além disso, há ainda uma preocupação dos agentes do programa, mantido pela Secretaria Municipal de Saúde, para ampliar o alcance do alerta sobre como o cigarro pode ser nocivo diante da pandemia. De acordo com estudo apresentado pelo INCA (Instituto Nacional do Câncer) ,o tabagismo aumenta a possibilidade de agravamento do quadro em caso do surgimento da Covid-19.

Segundo a coordenadora do Programa de Controle ao Tabagismo, a enfermeira Alessandra Clume, com a pandemia os atendimentos presenciais foram temporariamente suspensos, respeitando as diretrizes do isolamento social. “Pensando na questão dos fumantes possuírem mais chances de desenvolver a forma grave da doença, a equipe do Programa de Controle do Tabagismo estruturou uma nova metodologia para dar continuidade na assistência aos pacientes que estavam em tratamento no início da Pandemia e para manter a captação para novos pacientes que desejam parar de fumar”, contou.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Parceria entre Prefeitura de Resende e UERJ disponibiliza mapeamento da Covid-19 em site

A situação dos casos do novo coronavírus (Covid-19) no município de Resende ganhou projeção em painel digital disponível no link https://dash-covid-uerj.herokuapp.com/, que permite que a população tenha facilidade ao visualizar informações mais detalhadas da evolução diária da pandemia. A nova plataforma, que entrou no ar no último dia 19, foi criada a partir de parceria entre a Prefeitura Municipal de Resende e a UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). De acordo com a última atualização de acessos verificada na quarta-feira, dia 24, já foram contabilizadas 6.703 visitas na página, que proporciona uma leitura bem dinâmica com gráficos, indicadores baseados no Boletim Covid-19 e dados extras fornecidos pelo governo municipal e a localização geográfica dos casos no município.

O Boletim Covid-19, que é divulgado todos os dias na página oficial da Prefeitura no Facebook, reúne os seguintes indicadores: casos confirmados, descartados e aguardando resultado; curados; óbitos; síndromes gripais dos casos notificados, com subgrupos de curados e suspeitos em isolamento; confirmados por RT-PCR (Transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase) e teste rápido sorológico. Já no dashboard, interface gráfica utilizada para exibir as informações detalhadas, o foco é a demanda do novo coronavírus, sem especificações relacionadas ao levantamento das síndromes gripais e aos exames confeccionados.

A superintendente de Vigilância em Saúde da Prefeitura, Carolina Bittencourt Castro Ferraz, explica como é realizado o trabalho conjunto, que amplia a compreensão dos munícipes e interessados com um panorama do levantamento estatístico.

— A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando o acompanhamento de todos os casos do novo coronavírus (Covid-19) na cidade. O trabalho é executado por uma equipe multiprofissional, composta por 33 pessoas, sendo a maior parte oriunda da Superintendência de Vigilância em Saúde/Serviço de Epidemiologia e os demais remanejados de outros setores do governo municipal suspensos durante a pandemia, além de funcionários do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) da Região do Médio Paraíba II, com sede em Resende. O serviço consiste em monitorar os pacientes internados com a doença Covid-19 e os contactantes próximos deles, bem como agendar coleta de exame sorológico e elaborar relatórios e levantamento estatístico. A partir dos dados apurados pela central de estatística, pesquisadores e alunos da UERJ desenvolvem o conteúdo diário do dashboard, que oferece recursos mais avançados de forma transparente, rápida e bem acessível. A plataforma permite o acompanhamento diário de casos novos e acumulados e dos óbitos, além da identificação de grupos acometidos por faixa etária e sexo. Também é possível visualizar a localização geográfica dos casos confirmados no município. Apresenta ainda o número de pacientes internados e em isolamento domiciliar, na data da publicação – frisa.

A professora Dra. Luciana Ghussn, do Departamento de Mecânica e Energia da Faculdade (FAT-UERJ), também coordenadora do Núcleo de Extensão, explicou como surgiu a ideia do dashboard, que já registrou alta nos acessos desde sua implantação. “O Projeto Covid-19/Resende nasceu de uma parceria entre a Prefeitura de Resende e a UERJ, representada pelo Campus de Resende, situado no km 298 da Rodovia Presidente Dutra, e pelo Campus de São Gonçalo, na Faculdade de Formação de Professores (FFP). O projeto conta com a participação de pesquisadores e alunos das unidades educacionais. Vale destacar que a procura pelas informações detalhadas é alta. Em poucos dias, foram 6.703 visitas na página. Até o momento da atualização, 3.385 usuários entraram na página, que verificou 4.828 sessões iniciadas. Foram identificados visitantes de outras cidades como Volta Redonda, Rio de Janeiro, Barra Mansa e Itatiaia. O objetivo foi facilitar o entendimento da evolução dos casos na cidade por região, que serve também como um alerta para que as medidas restritivas sejam respeitadas cada vez mais. O padrão de comunicação estabelecido ainda evidencia o sexo e a faixa etária das pessoas infectadas”, destaca.

A superintendente lembra que o rastreamento de contatos, conhecido como Contact Tracing, feito pela base de estatística da Prefeitura, no prédio no Manejo, é fundamental para a construção do novo painel.

— Fazer o mapeamento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, que são submetidas à quarentena através de isolamento domiciliar nos casos mais leves ou tratamento hospitalar para as situações mais severas com complicações respiratórias, por exemplo, é primordial para o resultado estatístico. Por sua vez, os índices ajudam no planejamento de estratégias e na tomada de decisões governamentais importantes durante a pandemia. A identificação dos casos é viável a partir do recebimento da notificação de cada caso que as Unidades de Saúde atendem, conforme normas do Ministério da Saúde. Após a detecção dos indivíduos acometidos pela doença, a equipe segue para a etapa de localização das pessoas que mantiveram contato com aqueles infectados. O trabalho previne que os possíveis casos de infectados pela doença circulem pelas ruas transmitindo o vírus, já que são orientandos a entrar em quarentena com tempo estipulado de 14 dias. Por ligações telefônicas, os profissionais marcam a coleta do exame sorológico dos pacientes e seus respectivos contactantes. Todo o acompanhamento de cada paciente e seus contactantes ocorre no período de duas semanas por telefone ou mensagem por aplicativo – complementa.

A equipe também desenvolve o atendimento por telemonitoramento e videochamada, onde o paciente conversa, pelo aplicativo, diretamente com um médico da Secretaria Municipal de Saúde.

ÚLTIMO BOLETIM DO FACEBOOK

O último Boletim Covid-19 de Resende, divulgado nesta quarta-feira, dia 24 de junho, no Facebook da Prefeitura, contabilizava: 409 casos confirmados, sendo 144 constatados pelo exame RT-PCR (Transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase) e 265 por teste rápido sorológico; 1.960 casos descartados; seis casos aguardando resultado; 362 curados; 21 óbitos; e 2.744 síndromes gripais, com 2.520 pessoas já curadas e o restante em isolamento.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

‘Feira Livre’ de Resende continua neste domingo, dia 28, com medidas de segurança contra a Covid-19

A Prefeitura de Resende dará continuidade no próximo domingo, dia 28, à tradicional ‘Feira Livre’, que recentemente passou por uma paralisação por conta da pandemia da Covid-19. A retomada gradativa do evento está acontecendo com medidas de segurança e em novo local: na Área de Exposições, devido ao espaço amplo que permite distanciamento entre as barracas e, com isso, menos riscos à saúde. Os visitantes poderão se encontrar com produtores e artesãos das 7h às 14h.

Como de costume, serão comercializados inúmeros e tradicionais produtos do ramo de hortifruti, queijos, laticínios e derivados. O espaço também conta com uma praça de alimentação, na qual os visitantes poderão consumir produtos como pastéis, acarajé, churrasquinho, linguiça no pão, sanduíches, entres outros. Os artesãos da região também possuem um espaço para expor e comercializar produtos.

De acordo com o Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, diversas adaptações estão sendo testadas e aprimoradas, visando atribuir segurança e atratividade para a feira. A realização de mais uma edição, segundo ele, terá medidas de segurança que visam evitar a formação de aglomerações. Para isso, a gestão municipal fará organização de filas, com o devido distanciamento, acompanhará o afastamento entre as barracas e também disponibilizará álcool gel e lavatórios, que serão instalados para a higienização das mãos. O uso da máscara será obrigatório na entrada e para circulação no interior do espaço.

– Inicialmente, a feira adotou o modelo ‘Drive Thru’ e foi um sucesso. Mas pensamento, posteriormente, nas pessoas que não possuíam veículos e trouxeram pedidos à gestão municipal para que fosse readequado. Com isso, resolvemos buscar outros métodos e medidas para atender a população sem que isso deixasse em risco os visitantes. Temos, como novidade, as pias portáteis que permitem higienização constante das mãos e o evento é organizado com cuidado e respeito à saúde da população – explicou o secretário.

Produtores podem se cadastrar para outras edições

A Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo informa que os produtores locais que tiverem interesse em participar das edições seguintes podem se cadastrar e solicitar participação na secretaria. As vagas serão concedidas são limitadas. Os interessados devem entrar em contato das 13h às 17h através dos números (24) 3381-9052 ou (24) 3360-9578.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Projeto ‘Arte na Capa’ retorna em julho com homenagem ao Dia do Rock

A Prefeitura de Resende, por meio da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM), abrirá a exposição ‘Arte na Capa – Rock é Rock Mesmo’, no Museu da Imagem e do Som (MIS), com sede no município, no próximo dia 1º de julho. O MIS retoma as atividades presenciais, seguindo determinações de segurança como uso obrigatório de máscaras, distanciamento entre os frequentadores e higienização das mãos na entrada. A exposição poderá ser visitada até o dia 31 de julho, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.

O projeto ‘Arte na Capa’ tem como objetivo apresentar ao público capas de discos de vinil, que fazem parte do vasto acervo do MIS de Resende. Mensalmente são escolhidos temas e capas correspondentes, destacando artistas por intermédio da arte desenvolvida por fotógrafos, desenhistas e designers.

Com a temática ‘Rock é Rock Mesmo’, a nova exposição do Museu da Imagem e do Som homenageia o Dia Mundial do Rock, celebrado no dia 13 de julho. A data foi sugerida pelo cantor e compositor Phil Collins, durante o festival Live Aid, em 1985. A mostra contará com 27 capas de artistas nacionais e internacionais como Rita Lee, Cazuza, The Beatles, Pink Floyd e Iron Maiden, entre outros.

O MIS de Resende funciona no andar térreo da Casa da Cultura, na Rua Luiz da Rocha Miranda, nº 117, no Centro Histórico. Considerado o segundo Museu da Imagem e do Som do Estado do Rio de Janeiro, e 27º no Brasil, em seu acervo estão compactos diversos, discos de vinil de 78 rpm, LPs nacionais e internacionais, além de publicações especializadas. A entrada da mostra é gratuita.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende

Prefeitura de Resende continua com serviço de manutenção de estradas rurais

A Prefeitura de Resende, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, está dando continuidade ao serviço de manutenção em estradas rurais do município. Desta vez, a vias contempladas foram: a estrada que liga o distrito de Fumaça à Falcão, a estrada que liga Vargem Grande ao município de Quatis e a estrada que dá acesso à Serrinha do Alambari. Os trabalhos não param e seguem um cronograma estipulado de acordo com o estado das estradas.

De acordo com o Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Vinícius Cibien, as ações têm como objetivo possibilitar a segurança de moradores que precisam ir ao centro da cidade e maior facilidade aos motoristas que transitam diariamente pelas estradas rurais do município. Garante ainda apoio ao turismo da região e ao escoamento da produção, que dependem de vias constantemente beneficiadas.

Resende possui mais de 700 quilômetros de estradas de terra, somente na zona rural, e com a intensificação destas manutenções é possível garantir um melhor escoamento da produção rural, tanto agrícola como pecuária. O Prefeito Diogo Balieiro destacou a importância da utilização do maquinário adquirido pela gestão municipal na manutenção das vias.

– As equipes estão trabalhando diariamente, com as novas máquinas de grande porte adquiridas pela Prefeitura, para deixar essas vias mais acessíveis para a população do campo, que precisa transitar entre o centro urbano e suas propriedades. Também vale destacar que a zona rural acabou de ganhar mais uma novidade com a implantação de uma ponte que liga Bagagem e Jacuba. Há muitos esforços no sentido de melhorar cada dia mais as condições de tráfego, pois isso afeta diretamente na qualidade de vida das pessoas e na economia do município – ressaltou o prefeito.

Além das estradas do município, a equipe da Prefeitura também está atuando na Estrada Resende Riachuelo, que é de responsabilidade do Governo do Estado. O serviço fez a correção de pontos prejudicados que podem danificar veículos e trazer risco ao tráfego local.

Fonte: Prefeitura Municipal de Resende